Written on Julho 9th, 2011 at 8:37 am by

0 Comments

Era uma vez uma Margarida num jardim.
Quando ficou de noite, a Margarida começou a tremer.
Aí, passou a Borboleta Azul.
A Borboleta parou de voar. — Por que você está tremendo? — Frio! —
Oh! É horrível ficar com frio! E logo numa noite tão escura!
A Margarida deu uma espiada na noite.
E se encolheu nas suas folhas.
A Borboleta teve uma idéia: — Espere um pouco!
E voou para o quarto da Ana Maria. — Psiu! Acorde! — An! É você,
Borboleta? Como vai? — Eu vou bem. Mas a Margarida vai mal. — O que é
que ela tem? — Frio, coitada! — Então já sei o remédio. É trazer a
Margarida pro meu quarto! — Vou trazer já!
A Borboleta pediu ao cachorro Moleque: — Você leva esse vaso pro
quarto da Ana Maria?
Moleque era muito inteligente.
E levou o vaso muito bem.
Ana Maria abriu a porta para eles.
E deu um biscoito ao Moleque.
A Margarida ficou na mesa de cabeceira.
Ana Maria se deitou.
Mas ouviu um barulhinho.
Era o vaso balançando.
A Margarida estava tremendo. — Que é isso? — Frio! — Ainda? Então já
sei! Vou arranjar um casaquinho pra você.
Ana Maria tirou o casaquinho da boneca.
Porque a boneca não estava com frio nenhum.
E vestiu o casaquinho na Margarida. — Agora você está bem. Durma e
sonhe com os anjos.
Mas quem sonhou com os anjos foi Ana Maria.
A Margarida continuou a tremer.
Ana Maria acordou com o barulhinho. — Outra vez? Então já sei. Vou
arranjar uma casa pra você!
E Ana Maria arranjou uma casa para a Margarida.
Mas quando ia adormecendo ouviu outro barulhinho.
Era a Margarida tremendo.
Então Ana Maria descobriu tudo.
Foi á e deu um beijo na Margarida.
A Margarida parou de tremer.
E dormiram muito bem a noite toda.
No dia seguinte Ana Maria disse para a Borboleta Azul: — Sabe,
Borboleta? O frio da Margarida não era frio de casaco, não!
E a Borboleta respondeu: — Ah! Entendi!

Receba grátis a Newsletter do Histórias Infantis!

Muitas e muitos histórias infantis para contar.

, , , , ,

Seja o primeiro a Comentar

Deixe um Comentário