Browsing All posts tagged under »gato«Follow This Tag

Março 20, 2012

0 Comments

OS QUATRO MÚSICOS . Era uma vez um burrinho. Todos os dias ele carregava os sacos de farinha do moinho. Quando ele ficou velho, sentiu-se cansado e não pôde mais trabalhar. Então seu dono mandou-o embora. O burrinho saiu pela estrada. Pretendia ir a Bremen, a cidade mais próxima. Lá poderia arranjar emprego de músico. […]

Janeiro 5, 2012

0 Comments

São muitas as histórias que se passam nos terreiros de galinhas, principalmente no verão, quando as aves passam as tardes nas sombras, ou estão no banho que espalha grãos de areia pelo ar. Nessas horas as galinhas cantam diferente, como se conversassem, como se quisessem encher as sombras de palavras preguiçosas, que se a gente […]

Setembro 22, 2011

0 Comments

Era uma vez um moleiro que, ao morrer, deixou ao filho mais velho o moinho; ao segundo, o burro; e ao terceiro, o gato. Os dois primeiros conseguiram viver com a herança, mas o terceiro, viu a situação difícil. Por isso, achou melhor ir embora. A sorte demorava e, um dia, enquanto o jovem se […]

Setembro 20, 2011

2 Comments

Era uma vez um mato. Onde morava um gato. Um gato do mato. E era outra vez um morro. Onde morava um cachorro. Um cachorro do morro. Um dia, o gato do mato estava almoçando e ouviu: — Socorro! Socorro! Ai, que eu morro! O gato do mato largou o prato: — Cadê o rato? […]

Agosto 11, 2011

0 Comments

Naquela manhã, a avó de Berlinda acordou meio tarde, ouvindo o canto desafinado do galo Carijó junto à sua janela. Nunca ele cantara tão fora de ritmo e com voz tão fina e engasgada. Nena sentou- se na cama. Olhou o pequeno despertador sobre a mesinha – já passava das sete horas. Dificilmente ela deixava […]

Agosto 7, 2011

0 Comments

Era uma vez um cão que sabia caçar coelhos como ninguém. Seu dono era muito exigente. Quando o cão ficou velho, seu dono achou que ele não serviria mais para nada. Levou o cão para uma floresta e o abandonou lá. O pobrezinho ficou apavorado. Aí, apareceu um burro muito triste, que contou que apanhava […]

Junho 9, 2011

0 Comments

Um dia, Boquinha Redonda levou um tremendo susto: foi apanhado por uma rede, sua grande inimiga. Por sorte, ele não foi parar na frigideira, mas nun aquário, onde recebia os cuidados de sua dona. Seu único temor era o gato da casa, um guloso felino. O peixinho não estava enganado: o gato era um perigo. […]